Quando comecei a andar com o meu namorado houve logo uma coisa que eu disse que nunca, nunca faria: sexo anal! Porque é que fui tão rápida a fazer a minha escolha? Simplesmente não me parecia natural!

Com o passar do tempo, descobri que uma colega minha tinha preferido apanhar no cu do que perder a sua virgindade com o seu namorado de muitos anos. Estranho, não? Mas mais sobre isto noutro post…

Outra vez, e em dialogo com a minha esteticista durante a depilação às partes baixas, o assunto desviou-se da minha linha de bikini para como ela tinha descoberto que os orgasmos anais são bem mais potentes do que os que o seu namorado lhe conseguia dar de forma convencional…

O assunto ficou-me na cabeça: como tirar o melhor partido de sexo anal, sem sexo anal?

O truque está na posição!

  1. Começam a vossa sessão como todas as outras sessões aborrecidas: missionário (mulher por baixo);
  2. Convém fazer isto no meio da cama para não haver muita confusão. Durante o acto, passa-se uma dar pernas para ao pé da outra de forma a ficar com as duas pernas juntas (de lado). Esta posição também é muito boa e ele pode deitar-se por trás de si, de lado, e ter a imagem de sexo anal (minus ânus);
  3. Com muito jeito, e sem ‘desligar’, viramo-nos de costas continuando ele por cima. As nossas pernas ficam entre as dele e de onde ele está a ver, parece que está a ter sexo anal!

Esta posição é óptima porque obriga-o a chegar aos pontos que normalmente não chega em missionário e evita esforços desnecessários que teria com doggy style!

Divirta-se

Divindade Doméstica

p.s. se conseguir fazer o movimento completo sem nunca “quebrar o contacto” é uma profissional!