Devia ser uma regra escrita: Não engatar ninguém em bares… O alcoól, as luzes, a música e o calor tendem a toldar-nos a perspectiva… Still, nada como ir para um bar só pela diversão, pela companhia e pela música!

Divindade Doméstica Apresenta…

O Guia da Mulher Ocupada para Bares!

1. Pour some sugar over me! Começamos pelo fim! Se por acaso é daquelas que gosta de dançar em cima de mesas e já não é adolescente, está na altura de repensar a sua carreira, sacar a música “Pour some sugar over me” e tornar-se stripper a tempo inteiro, ou simplesmente aceitar que provavelmente vai ficar para tia…  Já dancei em cima de mesas com amigas (e amigos) nos meus tempos (pouco) aureos… Já tenho o ego cheio e já parei com isso!

2. O Contrário do Fatinho Domingueiro! Provavelmente tem uma secção do seu armário dedicada inteiramente aos conjuntinhos night-only! Seja inteligente e tenha o descernimento/estilo suficiente para saber a distinção entre uma roupa sexy e uma de puta! Se aposta no decote, não aposta em simultâneo em mostrar o comprimento total das suas pernas… Eu sei que parece óbvio… mas por escrito é mais oficial!

3. Sensible Shoes! Por mais sexy que aquelas botas vertiginosas possam ser, se conta correr os bares todos, dançar e conseguir estar de pé, não as calce para este fim! Não leve pantufas! Escolha um intermédio confortável e sexy! p.s. Convém saber andar de saltos – mais sobre isto num post futuro!

4.  Stick with the group! Por mais optimista que eu queira ser, toda a gente sabe que a partir de determinada hora, o Bairro Alto é complicado… Se sai com o grupo – a não ser que encontre outro grupo de confiança – fique com o grupo! Nada pior que ter um copo a mais e ser assaltada!

Divirta-se… com moderação!

Divindade

Girl's night out!


Sexo e a Mulher Ocupada

Advertisements